18 de jun 2018

Catedral faz adequações para receber o AVCB

A reforma da Catedral Metropolitana de Uberaba foi orçada em […]

A reforma da Catedral Metropolitana de Uberaba foi orçada em R$ 200 mil no total, para uma área de seis mil metros quadrados de área, que estão recebendo diversas adequações. Por ora, estão sendo concluídas as adequações às exigências do Corpo de Bombeiros para fazer o Auto de Vistoria. Os serviços estão sendo realizados pela empresa Construtem Construtora Ltda, que dividiu a reforma em quatro etapas, já tendo três concluídas. Resta agora a instalação dos dois lados do jardim, de duas caixas duplas para colocar hidrantes e guardar as mangueiras contra incêndio.

O engenheiro da Arquidiocese de Uberaba José Carlos Pereira Júnior informou que, em razão da Catedral Metropolitana ser um prédio tombado pelo Patrimônio Histórico e Artístico, não foi possível instalar somente uma caixa para hidrante e mangueira no interior da Igreja, cujas paredes não podem ser quebradas. Por essa razão, serão colocadas duas caixas duplas no jardim, sendo uma de cada lado da Igreja, cujas mangueiras podem acoplar-se e aumentar a capacidade de combate a incêndio.

As adequações às normas do Corpo de Bombeiros ficarão em torno de R$ 60 a 70 mil de acordo com a legislação de segurança contra incêndio e pânico. A validade do Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB) é de cinco anos, com exceção das edificações de recepção de público, como é o caso da Catedral Metropolitana, cujo AVCB deve ter validade de três anos. Nesse caso, já foi requerida a renovação do AVCB junto ao Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG). A adequação para o AVCB deve estar em conformidade com o Plano de Prevenção e Combate de Incêndios do Corpo de Bombeiros.

A sala de catequese recebeu um hidrante simples, sem caixa, além de extintores, instalação de lâmpadas de emergência, corrimãos, guarda-corpos, alarme de incêndio, bombas, mangueiras. Uma das operações mais expressivas foi a instalação de um reservatório de 10 mil litros na construção. Na ocasião, foi necessário que a rua Tristão de Castro fosse interditada por alguns momentos para que a caixa d´água fosse instalada.

Os recursos para as obras da Catedral estão sendo levantados aos poucos com perseverança pelo titular da Paróquia do Sagrado Coração de Jesus (Catedral), incansável no objetivo de entregar a reforma desse importantíssimo patrimônio de Uberaba à comunidade católica, cumprindo o prazo até o final do ano.

O proprietário da Construtem Marcos Antônio Mathias, responsável pela obra, informou que foi necessário encomendar em Ribeirão Preto, além da caixa d´água, as duas caixas duplas que estão para chegar. Assim que forem instaladas no jardim, será solicitada nova vistoria do Corpo de Bombeiros.

Da Redação

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Required fields are marked *

*

MENU