10 de Ago 2016

Senadores aprovam relatório, Dilma vira ré e vai a julgamento

Nenhum comentário

A presidente afastada, Dilma Rousseff, vai a julgamento no plenário do Senado Federal e pode perder definitivamente o mandato. Na madrugada desta quarta-feira (10), os senadores aprovaram, por 59 votos a 21, o parecer do relator da Comissão Especial de Impeachment, Antonio Anastasia, do PSDB de Minas Gerais. Com isso, Dilma Rousseff passa à condição de ré no processo. A votação começou na manhã de terça-feira (9). Foram quase 17 horas de sessão. Ao todo, 47 senadores discursaram. Houve também as manifestações dos advogados de acusação, Miguel Reale Júnior, e de defesa, José Eduardo Cardozo. O único dos 81 senadores que não votou foi o presidente da Casa, Renan Calheiros, do PMDB de Alagoas. Agora, a acusação tem 48 horas para oferecer o libelo, que é a narração do fato em julgamento e o pedido da pena. Em seguida, a defesa terá outras 48 horas para apresentar o contraditório. Defesa e acusação podem indicar até seis testemunhas cada. Dilma Rousseff é acusada de crime de responsabilidade, que teria sido cometido na forma de decretos de abertura de créditos suplementares e operações com bancos públicos. O julgamento final da presidente afastada deve acontecer no final deste mês. A data precisa ser marcada pelo presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Ricardo Lewandowski.

Reportagem, Isadora Grespan
Fonte: agenciadoradio.com.br

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>