3 de Out 2016

Piau fica em 1° lugar em Uberaba, mas resultado não é homologado

Paulo Piau, do PMDB, ficou em primeiro lugar na disputa para prefeito de Uberaba, com 55,30% dos votos válidos. Em segundo lugar ficou Lerin com 25,72%, seguido de Wagner Junior, com 15,94%. Contudo, segundo o juiz eleitoral Fausto Bawden, não é possível dá-lo como reeleito porque os votos da candidata Ângela Mairink, que está indeferida com recurso, ainda não foram computados pelo Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE – MG).

“Hoje os votos da candidata estão contados como votos nulos, porque a candidatura dela está sub judice. Agora é o TRE que vai decidir a situação. O que temos hoje é um número que indica Paulo Piau como reeleito em Uberaba. Todavia, ainda não temos o resultado de eleição, porque depende do julgamento”, explicou Bawden.

Enquanto o recurso não é julgado, o atual prefeito já recebe a imprensa na noite deste domingo (2) para falar sobre a vitória. Sendo mantido o resultado, Piau mantém o ciclo de administrações doPMDB em Uberaba, sétimo maior colégio eleitoral do estado.

Biografia
Paulo Piau tem 63 anos, é casado com Heloísa Maria de Carvalho Nogueira e pai de dois filhos e tem três netos. É engenheiro agrônomo e foi eleito deputado estadual por três vezes (1995-1999/1999-2003/2003-2007). Ele também conquistou uma vaga na Câmara Federal (2007-2011) e esteve no segundo mandato como deputado federal entre 2011 e 2014. Piau também foi secretario municipal das gestões de Hugo Rodrigues da Cunha e Luiz Guaritá Neto. Em 2012, foi eleito prefeito de Uberaba no segundo turno das eleições.

Campanha
No dia na última quinta-feira (29), Piau participou do debate realizado pela TV Integração. “Uma avaliação positiva. Já esperava três contra um, mas é assim mesmo. Agora o que eu fico às vezes triste e preocupado com o eleitor é que parece que vivemos em cidades diferentes. As pessoas estão forçando a barra justamente em função só de poder. Uberaba tem problemas? Tem problemas. Toda cidade tem. Mas Uberaba é uma cidade excepcional e não podemos abrir mão disso de forma alguma. Então, os exageros, as mentiras que surgem, a gente pede desculpas para a sociedade. Não da minha parte, porque o povo me conhece e sabe que, se eu tenho um patrimônio na vida chama-se minha credibilidade. Não brinco com coisa pública, como muitos querem dizer. Deixo o meu abraço ao eleitor e peço que no dia 2 de outubro vote em mim e no Ripposati, que nós vamos fazer um trabalho ainda melhor”, afirmou.

Fonte: g1.globo.com

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>