29 de Mai 2014

NOMEADO NOVO REITOR PARA O COLÉGIO PIO BRASILEIRO

O presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), cardeal Raymundo Damasceno Assis, comunica que foi escolhido o novo reitor do Colégio Pio Brasileiro em Roma (Itália), conforme anúncio do prefeito da Congregação para o Clero, cardealBeniamino Stella. O nomeado é o presbítero da arquidiocese de Uberaba (MG), padre Geraldo dos Reis Maia.

Em 3 de abril, o Colégio Pio Brasileiro comemorou 80 anos de fundação. Durante esses anos, a instituição foi administrada pela Companhia de Jesus. A CNBB assume a diretoria e a gestão do Colégio que tem como proposta a formação acadêmica e pastoral de sacerdotes diocesanos do Brasil.

O novo reitor, padre Geraldo, 50, é natural de Babilônia, município de Delfinópolis (MG). Recebeu a ordenação sacerdotal em 1988. Atualmente ocupa a função de reitor do Seminário de Teologia São José da arquidiocese de Uberaba. Já exerceu a mesma atividade entre 2007 e 2008. Possui doutorado em Teologia pela Pontifícia Universidade Gregoriana.

Na dimensão pastoral, o sacerdote também atuou como pároco na mesma diocese nas paróquias Imaculada Conceição (Conceição das Alagoas), São Sebastião (Pedrinópolis) e Santa Teresinha, entre outras. No período de 2005 a 2007, exerceu a capelania e reitoria do Santuário da Medalha Milagrosa. Dedica-se a atividades de formação, conselhos e assessorias.

História da Instituição

O Colégio Pio Brasileiro nasceu a partir do Pontifício Colégio Pio Latino-americano, uma instituição eclesiástica, criada em 1858 para a formação do clero da América Latina, em Roma. Com o crescimento do número de alunos do Pio Latino, houve desmembramento da instituição, atendendo ao anseio de bispos brasileiros de ter um colégio eclesiástico próprio, na cidade romana. Na época, o papa Pio XI e as lideranças da Companhia de Jesus apoiaram a ideia.

Após campanha nacional para arrecadar recursos para a obra do colégio, em 1927, a construção iniciou dois anos depois. Em 3 de abril de 1934 o Colégio Pio Brasileiro foi inaugurado. A primeira turma teve 34 alunos, entre padres e seminaristas. Após 80 anos de existência, mais de 2 mil estudantes já passaram pelo Colégio Pio Brasileiro, dentre eles, 145 tornaram-se bispos e seis foram criados cardeais.

Com importante trajetória acadêmica, o Colégio investe na formação dos presbíteros que, concluído os seus estudos, retornam ao Brasil, e dedicam-se ao trabalho pastoral, nos seminários como professores e formadores, e em outras áreas: na pastoral paroquial, assessorias, pesquisa e no trabalho missionário.

Fonte: cnbb.org.br

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>